Violência diminui no Município de Sena Madureira

Com o trabalho realizado pelo Delegado Jarlen Alexandre e agentes da Polícia Civil do Município de Sena Madureira

delegado.jpgCom o trabalho realizado pelo Delegado Jarlen Alexandre e agentes da Polícia Civil do Município de Sena Madureira, o número de ocorrências vêm diminuindo a cada dia. Esta semana não ouve nem um caso de violência de natureza grave registrado na USP local.
Todos os finais de semana o Delegado e sua equipe realizam blitz na cidade desarmando e combatendo o trafico de drogas e outras práticas de crimes, após a chegada do delegado, mais de 16 pessoas já foram encaminhadas para Unidade de Recuperação Social Evaristo de Morais por tráfico de drogas e furto, mas, o que mais chamou atenção da nossa reportagem foi a quantidade de pessoas enquadrada na Lei Maria da Penha, 40 inquéritos foram instaurados pelo Delegado, e 18 dos envolvidos que não pagaram fiança foram encaminhados a URS  por agressão e crime contra a mulher,  as tentativas de homicídios também diminuíram, durante os três meses apenas 2 foram registradas na USP, a quantidade de bicicletas apreendidas pela Polícia Civil bateu o recorde, aproximadamente 180 foram devolvidas a seus verdadeiros donos, os acusados todos menores foram encaminhados a Promotoria de Justiça, a Polícia Civil atuou firmemente no combate às drogas, mais de 2 quilos de entorpecentes foram retirados do mercado, e mais de 8 pessoas foram encaminhadas a URS.
De acordo com Delegado Jarlen Alexandre, todo este trabalho realizado pela Polícia Civil no município, só é possível através da ajuda que vem recebendo do Governo do Estado e do Secretário de Segurança Púbica, Monteiro, e o agradecimento especial ao Diretor da Polícia Civil Ermilson Farias e o assessor Alex Cavalcante, todos não têm medido esforços para que a Polícia Civil possa combater o crime com firmeza e a sociedade possa viver com mais segurança, finalizou, Jarlen Alexandre Delegado titular de Sena Madureira.

Ronaldo Duarte

Deixe seu comentário

comentários



Deixe uma resposta