Vereador Zenil solicita contratação de professores para a zona rural

O vereador Zenil utilizou da Tribuna da Câmara para solicitar da Secretária de Estado de Educação a contratação imediata de professores para lecionar nas escolas rurais São Sebastião I

zenil_materia4561684168.jpgO vereador Zenil utilizou da Tribuna da Câmara para solicitar da Secretária de Estado de Educação a contratação imediata de professores para lecionar nas escolas rurais São Sebastião I, localizada no rio Macauã, São Sebastião e II, localizada no km 30 da estrada Linha Seca, e escola Mel, localizada no rio Macauã, tendo em vista estarem referidas escolas até o momento sem professor para ministrar aulas. Em conversa com o vereador Zenil o mesmo declarou que “Não é possível que em pleno meio do ano tenhamos escolas do interior sem professor para ministrar aulas, embora haja inúmeros alunos que estão sem aulas em detrimento dessa falta”, e frisou ainda: “Encaminhei ofício à Secretária de Estado da Saúde, senhora Maria Corrêa para que a mesma tome as providências cabíveis e contrate professores o quanto antes, para que os alunos daquelas comunidades escolar não tenham o ano comprometido, tornando ainda mais desigual com o estudo da cidade”.
    Na mesma seção na Câmara, o vereador Zenil solicitou ao Secretário Juza que providenciasse a substituição das lâmpadas queimadas da catraia de baixo, do porto do Messias Chaves, tendo em vista a difícil trafegabilidade no período chuvoso, levando-se em conta também aos inúmeros alunos que freqüentam aulas à noite.
    Frisou também sobre a Audiência Pública que será realizada no sábado, dia 06, na AABB, onde será debatido sobre a Ação Civil Pública impetrada pelo Ministério Público Federal e Estadual, que determina a proibição definitiva da queima no Acre a partir de 2010. Indagado sobre a Audiência, o vereador Zenil disse que “o pleito contra a “queima” é louvável, mas que não pode, em detrimento disso, sufocar nossos rurícolas. Há de se buscar uma solução para que possamos manter o homem do campo no campo e produzindo, sem percalços, quer suplementando a limitação com incentivos direto do Estado, quer estendendo o prazo fim da “queima” para que todos se adéqüem e não ajam à margem da Lei, sob o risco de duras sanções, até por serem homens de bem que se sacrificam na labuta diária do trabalho com a terra. Deverá o Estado dá as condições necessárias para que o homem do campo não abandone ou venda suas terras, engrossando mais ainda a fila dos miseráveis das cidades”.
    Por fim o vereador Zenil lembrou a todos que o verão já está se iniciando e que deverá a Prefeitura está com os maquinários preparados para o início da reabertura de ramais do município, por ter o município uma grande malha viária de estradas e ramais nos mais distantes rincões de nosso município, se fazendo necessário uma ação planejada, com disponibilidade de recurso condizendo com as necessidades a ser enfrentada durante as reaberturas.
Ronaldo Duarte

Deixe seu comentário

comentários



Deixe uma resposta