Vereador eleito Adamor das Mercês não aceita proposta do Ministério Público

O Vereador está sendo acusado pelo Ministério Público, por crime eleitoral (compra de votos), a primeira audiência aconteceu no prédio do TRE

adamor.jpg

O Vereador está sendo acusado pelo Ministério Público, por crime eleitoral (compra de votos), a primeira audiência aconteceu no prédio do TRE localizado na Rua Avelino Chaves, na ocasião o Ministério Público baseado na lei 9.999/95, propôs ao Vereador que se o mesmo não cometer crimes durante 2 anos, o processo seria arquivado sem julgamento do mérito, o Vereador Adamor das Mercês recusou, consta nos autos que preferiu da continuidade no processo para provar sua inocência, Adamor tem 10 dias, a contar da data da 1ª audiência, para apresentar provas de que não cometeu crime eleitoral, outra audiência será marcada para analisar as novas provas apresentadas pelo Vereador eleito, após a apresentação das provas e dos depoimentos das testemunhas apresentadas pelo Vereador o processo será encaminhado para o Juiz Eleitoral proferir a sentença.
 
Ronaldo Duarte 

Deixe seu comentário

comentários



Deixe uma resposta