“Se Deus quiser vou sair dessa”, declara professor que testou positivo para o coronavírus, em Sena

O professor Carlos Alberto está internado no Hospital de Sena

Edinaldo Gomes, para o Senaonline.net

Residente no Bairro Niterói (Segundo Distrito), o professor Carlos Alberto da Silva, 53 anos de idade, é uma das 22 pessoas que testaram positivo para o coronavírus, em Sena Madureira. Ele se encontra internado no Hospital João Câncio Fernandes, em Sena, desde a noite desta quarta-feira (13), após uma crise provocada pela doença.

Após permitir a divulgação de seu nome, o professor relatou á nossa reportagem que, inicialmente, foi diagnosticado com dengue. Porém, com o avançar dos dias outros sintomas apareceram e o mesmo resolveu retornar ao hospital. Por meio do teste rápido, constatou-se que o mesmo teria contraído o coronavírus. “Quero informar aos amigos e familiares que apesar disso não estou numa situação grave. Ontem tive uma crise de tosse seca, mas passou. Com a benção de Deus, vamos vencer essa luta”, comentou.

Ele lembrou que vinha tomando medidas necessárias e não sabe ao certo como foi infectado. “Sempre que ia ao supermercado utilizava a máscara e no decorrer do dia lavava constantemente as mãos, mas aconteceu. Agora é ter fé em Deus e lutar”, ressaltou.

Bastante querido no Bairro Segundo Distrito, Carlos Alberto é professor há anos da Escola Raimundo Magalhães que fica no mesmo bairro. “Quero pedir encarecidamente que os moradores fiquem em casa. Isso não é brincadeira”, finalizou.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, até o presente já foram confirmados 22 casos de coronavírus em Sena Madureira.

Deixe seu comentário

comentários