Rocha agradece apoio de Gladson, mas diz que não será candidato a prefeito de Rio Branco

O vice-governador do Estado do Acre, Werles Rocha (PSDB) concedeu uma entrevista ao ContilNet neste fim de semana

SAIMO MARTINS, DO CONTILNET

O vice-governador do Estado do Acre, Werles Rocha (PSDB) concedeu uma entrevista ao ContilNet neste fim de semana e falou sobre os rumores de uma possível renúncia a vice-governadoria para disputar a prefeitura de Rio Branco no próximo ano.

Segundo ele, o apoio de Gladson mostra a confiança do governador em seu nome, mas, garantiu que não será candidato e que continuará ao lado do governador na missão de comandar o desenvolvimento do Estado até 2022.

“Não sou candidato a prefeito em 2020. Meu plano é continuar no governo porque fui eleito junto com o Gladson para quatro anos e nós vamos trabalhar para melhorar nosso Estado”, declarou.

No entanto, Rocha disse que para compor esse quadro de candidatura à prefeitura da capital, o PSDB vem conversando há um bom tempo com o professor Minoru Kinpara que, inclusive esteve reunido com lideranças no partido para ouvir a proposta de condução de uma alternativa viável para a cidade.

“Nós acreditamos que Rio Branco precisa ser uma cidade melhor, com serviços públicos de qualidade. Por isso buscamos pessoas com esse perfil de gestão”, destacou.

O tucano frisou que o momento atual é de agregar e que por isso, foi feito convite ao ex-reitor da Ufac. “Eu acredito que ele se sentiu abraçado pelo PSDB e vamos aguardar se esse namoro se concretiza para gerarmos esse projeto”, destacou.

Deixe seu comentário

comentários