Promotorias realizam reunião em prol da Segurança Pública no Vale do Juruá

A Primeira Promotoria Criminal de Cruzeiro do Sul em conjunto com a Promotoria Cumulativa de Mâncio Lima e Rodrigues Alves realizou,

A Primeira Promotoria Criminal de Cruzeiro do Sul em conjunto com a Promotoria Cumulativa de Mâncio Lima e Rodrigues Alves realizou, na última sexta-feira, reunião em prol da Segurança Pública no Vale do Juruá, a qual contou com a presença do vice-governador Major Rocha, do Comandante da PM Major Evandro.

Entre os temas tratados, estão as deficiências estruturais e de recursos humanos, da Polícia Civil, da Polícia Militar e do Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC) na região.

Segundo o promotor de Justiça Júlio César de Medeiros, com atribuição específica na área de segurança pública, foi ressaltada a deficiência de peritos, escrivães e investigadores da Polícia Civil, além da necessidade de mais um Delegado de Polícia para atuar na região, visando um trabalho mais qualitativo, assim como mais Agentes Penitenciários, citando-se, inclusive, o fatídico episódio da fuga de presos ocorria na Penitenciária Manoel Néri em março deste ano em Cruzeiro do Sul.

“Destacamos a liberação de recursos provenientes da conta judicial, visando atender Projetos em prol da Segurança Pública e, em contrapartida, cobramos um auxílio do Estado para manter Cruzeiro do Sul como destaque na redução do número de homicídios dolosos, frisando que o momento é mais que oportuno para um avanço contra a criminalidade”, frisou o promotor de Justiça Júlio.

Segundo o promotor de Justiça Vanderlei Cerqueira, há necessidade de uma reforma urgente na Delegacia de Mâncio Lima, além da regularização dos serviços cartorários na Delegacia daquela cidade e de Rodrigues Alves, devendo também ser adquiridas viaturas para os batalhões.

“A falta de um serviço cartorário regular, juntamente com a insuficiência de investigadores da Polícia Civil está levando à prescrição de muitos casos, por isso é importante essa integração externa e interna entre as Promotorias, a fim de dar continuidade às tratativas que se iniciaram na gestão passada, antes da troca de Governo”, afirmou o promotor Vanderlei.

Por fim, tratou-se ainda sobre a necessidade de implantação de um posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Cruzeiro do Sul, bem como acerca da criação de uma Guarda Municipal no município, como fonte de geração de empregos e de atuação estratégica preventiva, sendo que as medidas contaram com amplo apoio do Vice-Governador Major Rocha.

Por sua vez, o Major PM Evandro, Comandante da Polícia Militar na regional do Vale do Juruá, concordou com as intenções e argumentos do Ministério Público:

“Ratificamos a necessidade de implementação de um posto da PRF na BR 364, nas proximidades de Cruzeiro do Sul, considerado que esta rota tem se tornado um dos maiores corredores de tráfico de entorpecentes do país”, assinalou o Major Evandro.

“Ao final, firmamos um compromisso com o Executivo de implementar um Projeto-piloto na Delegacia de Polícia, a fim de gravar áudio e vídeo por um Sistema, tal como já ocorre no Fórum da cidade, visando maior fidedignidade das provas testemunhais, depoimentos e oitivas realizadas na fase investigativa, tudo em prol da maior eficiência na atuação em juízo, até como forma de homenagear a ampla defesa e o contraditório dos acusados”, destacou o promotor Júlio.

MPAC.

Deixe seu comentário

comentários