Presos com mais de 77 quilos de cocaína são condenados em Sena Madureira; Penas ultrapassam 40 anos de reclusão

Os dois foram julgados por tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Edinaldo Gomes, do Senaonline.net


A justiça de Sena Madureira julgou procedente uma denúncia ofertada pelo Ministério Público do Acre (MP/AC) e condenou recentemente dois homens acusados de envolvimento com o tráfico de drogas. A sentença, assinada pelo juiz de Direito da Vara Criminal de Sena, Fábio Farias, foi divulgada nesta semana.

Jodoir Sampaio dos Santos e Edno Feitosa da Silva foram condenados às penas que, somadas, ultrapassam os 40 anos de prisão.

ACUSADOS FORAM FLAGRADOS COM MAIS DE 77 QUILOS DE COCAÍNA NA BR-364

Segundo consta na denúncia do Ministério Público, os dois acusados foram presos no dia 10 de agosto do ano passado, na BR-364, entre Manoel Urbano e Sena Madureira com 77 quilos e 200 gramas de cocaína que estavam sendo transportados para Rio Branco. Além da droga, a Polícia Federal, responsável pelo flagrante, apreendeu ainda uma Pistola .380, com 17 balas intactas, sendo esta uma arma de uso restrito às forças policiais.

A quantidade expressiva de entorpecente estava em poder de Jodoir Sampaio que, em depoimento prestado à polícia, disse ser apenas o transportador da droga, adiantando que iria receber o valor de 5 mil reais pelo transporte da mesma.

No dia da ocorrência, Edno Sampaio, por sua vez, ia na frente, em outro veículo – uma camionete Hilux. Ele era o chamado “batedor”, no ‘afã de evitar possíveis barreiras policiais no percurso até Rio Branco’, diz um trecho da sentença.

A dupla já vinha sendo investigada pela Polícia Federal sob suspeita de estar transportando drogas de Cruzeiro do Sul para Rio Branco, tanto é que no dia 3 de agosto de 2017, dois meses antes do flagrante, eles foram abordados pelos policiais, porém, naquela ocasião nada foi encontrado.

A defesa de Jodoir, em suas alegações finais, argumentou que sua participação restringiu-se ao transporte do entorpecente na figura de “mula”, não podendo ser equiparado àquele que vende droga.

Em contrapartida, o juiz Fábio Farias considerou: “Não obstante a assertiva de que Jodoir não passava de mera mula, reputo que tal afirmação causa estranheza e não se coaduna com o modus operandi do tráfico, pois dificilmente algum traficante integrado a uma organização criminosa confiaria a alguém o transporte de mais de 77 quilos de drogas, com valor alto de mercado, se tal pessoa já não fosse habituada e especializada na tarefa”.

Os dois foram julgados, portanto, por tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

PENAS

Jodoir Sampaio dos Santos foi condenado a 8 anos por tráfico de drogas, 5 anos e 2 meses por associação para o tráfico e 3 anos e 3 meses por posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Assim, sua pena definitiva ficou em 16 anos e 5 meses de reclusão. Além disso, pagará 1.883 dias-multas, estes em 1/30 (um trigésimo) do salário mínimo vigente à época dos fatos.

Edno Feitosa da Silva foi condenado a 12 anos por tráfico de drogas, 7 anos e 10 meses por associação para o tráfico e 4 anos e 3 meses por posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Além disso, pagará 2.406 dias-multa, estes em 1/30 (um trigésimo) do salário mínimo vigente à época dos fatos. A pena total ficou em 24 anos e 01 mês de reclusão.

Na sentença, o juiz determinou que as penas sejam cumpridas, inicialmente, em regime fechado e negou aos réus o direito de recorrer em liberdade.

Deixe seu comentário

comentários