Presídio de Sena implanta Projeto de fabricação de churrasqueiras dando oportunidade a reeducandos

Cada churrasqueira é vendida por 200 reais.

Edinaldo Gomes, da Redação do Jornal Difusora

Um projeto implementado pela direção do presídio Evaristo de Moraes, em Sena Madureira, está possibilitando uma renda para os reeducandos e ao mesmo tempo remissão de suas respectivas penas com base nos dias de trabalho.

Dois apenados trabalham na fabricação de churrasqueiras que são vendidas para os moradores de Sena por um preço bem menor do que o praticado no mercado. “Com o apoio do Iapen e do Poder judiciário, vislumbramos a possibilidade de colocar em prática esse projeto. Tem dado certo. Todas as churrasqueiras feitas foram vendidas. Assim, além da remissão da pena, o reeducando também garante uma renda para sua família que está do lado de fora. Esse trabalho de ressocialização vai continuar”, comentou Dênis Araújo, Diretor do presídio de Sena Madureira.

Parte do material usado na produção das churrasqueiras é oriundo de bicicletas apreendidas e que iriam para o ferro velho. O restante é o próprio presídio que compra.

Na manhã desta quinta-feira (9), os produtos fabricados foram expostos na Quadra da Praça 25 de setembro, chamando bastante a atenção de quem passou pelo local. “Realmente são churrasqueiras grandes e bem feitas. Estão de parabéns pela iniciativa”, disse a moradora Eliane Ferreira.

Cada churrasqueira é vendida por 200 reais.

Em razão de não existir o produto em estoque, quem quiser adquirir uma dessas precisa procurar a direção do presídio e fazer o pedido.

Deixe seu comentário

comentários