Prefeito de Manoel Urbano, Manoel Almeida, é obrigado a diminuir salário de sua acessoria jurídica

O Ministério Público de Sena Madureira através do Promotor de Justiça Adenilson de Souza, entrou com uma Ação Civil Pública, contra o Prefeito Manoel Almeida do Município de Manoel Urbano

prefeito_de_manoel_urbano.jpgO Ministério Público de Sena Madureira através do Promotor de Justiça Adenilson de Souza, entrou com uma Ação Civil Pública, contra o Prefeito Manoel Almeida do Município de Manoel Urbano, em virtude de o prefeito ter dado um aumento de 120% ao procurador do município que foi aprovado no concurso realizado no ano de 2008, o salário era de R$2500, mas como o único concorrente é parente do prefeito, foi enviado à Câmara Municipal um pedido de aumento de 120% ao procurador, Jacques, o aumento foi dado antes do mesmo tomar posse, o edital do referente concurso estipulava o valor de 2500 reais.

A ação foi encaminhada a Juíza Thais Borges, que determinou ao prefeito a reparar o ato que deixou a população revoltada, mesmo assim eles ainda recorreram da decisão no Tribunal de Justiça do Estado, que manteve a decisão da juíza.

Para o Ministério Público, houve uma afronta aos princípios da legalidade e da moralidade, praticada pelo administrador daquela cidade. Um dos comerciantes da cidade que não quis ter seu nome divulgado afirmou que “o prefeito poderia ajudar a desenvolver o município não praticar atos desta natureza que envergonha a população”.

 
 
Ronaldo Duarte 


Deixe seu comentário

comentários



Deixe uma resposta