PP anuncia Bocalom e Marfisa, mas Gladson diz que só fala em eleições após a pandemia”

Facebook Twitter WhatsApp Facebook MessengerO governador Gladson Cameli (Progressistas) concedeu uma entrevista ao ContilNet nesta terça-feira (19) para falar acerca dos rumores de que iria lançar uma carta para falar...

O governador Gladson Cameli (Progressistas) concedeu uma entrevista ao ContilNet nesta terça-feira (19) para falar acerca dos rumores de que iria lançar uma carta para falar das eleições deste ano. Segundo ele, o assunto não passou de rumores, pois o foco está na pandemia do coronavírus.

“Só vou falar de eleições após a pandemia do coronavírus. Antes, não posso falar de assunto tão complexo como esse. Primeiro, vamos tratar da pandemia, depois disso falar das candidaturas às eleições deste ano”, explicou.

Cameli considera que o tema ‘eleições municipais’ ainda está indefinido, tendo em vista o cenário atual provocado pela Covid-19. “Estou focado em adquirir leitos e respiradores”, ressaltou.

Em relação a um possível apoio à reeleição da prefeita Socorro Neri (PSB), o governador não negou a possibilidade, porém, não adiantou nada sobre o assunto. “Tudo é possível”, argumentou.

No entanto, acerca da indicação do nome de Tião Bocalom para encabeçar a chapa majoritária do Progressistas, o gestor disse que se trata de um político qualificado, tanto que deixará o assunto para os dirigentes decidirem. “É um bom nome, mas não cabe à mim decidir, é assunto deles, não sou candidato, eles que tem que se viabilizar para o pleito. Fizeram a chapa, falta combinar com o povo”, encerrou.

SAIMO MARTINS, DO CONTILNET

Deixe seu comentário

comentários