Polícia comemora baixo Índice de violência em Acrelândia

Facebook Twitter WhatsApp Facebook MessengerPor Adriano Mendes-Acrelândia News Enquanto vê-se pelo Estado do Acre altos índices de homicídios, a cidade de Acrelândia vem comemorando a significativa redução em todos os...

Por Adriano Mendes-Acrelândia News

Enquanto vê-se pelo Estado do Acre altos índices de homicídios, a cidade de Acrelândia vem comemorando a significativa redução em todos os seus índices de criminalidade.

Informações levantadas por este Jornalismo, destacou que a cidade de Acrelândia está há mais de nove meses sem registrar um único homicídio. Sendo que o último que ocorreu não teve envolvimento com atividade de facção criminosa.

A tranquilidade que o cidadão de Acrelândia está podendo vivenciar foi fruto do árduo e eficaz trabalho que as forças policiais vêm desenvolvendo na cidade.

Vale destacar que 2019 foi um ano marcado por muitas operações policiais que tiraram de circulação vários membros de organizações criminosas, grande quantidade de armas e substâncias entorpecentes.

A polícia civil, sob o comando do Delegado Samuel Mendes, deflagrou várias operações durante o ano de 2019.

Ganhou destaque a operação de inteligência coordenada pela polícia civil de Acrelândia com o apoio da DHPP Rio Branco, que retirou de circulação o nacional conhecido por “caçula”, grande liderança do Comando Vermelho e que possuía mais de cinco mandados de prisão em aberto.

Outra ação coordenada pela Polícia civil de evidência foi a denominada “Tribunal do Crime”, onde nove membros de facção criminosa foram presos em um único dia. Vale do citar que através de um eficiente trabalho de investigação, a Polícia civil foi acabando com as “bocas de fumo” em Acrelândia, no mês de fevereiro deste ano, três locais de vendas foram estouradas na mesma semana, tendo seus responsáveis presos e havendo apreensão de drogas.

Como consequência, diminuíram drasticamente os roubos e furtos na cidade. Destaque para prisão da conhecida por “Vovozona”, que estava ganhando evidência no mundo do crime, a qual, em uma operação da Polícia Civil, foi presa com grande quantidade de drogas e dinheiro.

Em entrevista com o Delegado Samuel Mendes, titular da Delegacia de Acrelândia, destacou a forte repressão também aos crimes de violência contra a mulher, citando várias prisões efetuadas de agressores, desde o homem que ameaçou atear fogo na sua companheira, outro que torturou a namorada, espancando ela com cintadas por mais de 30 minutos e outros por abusar sexualmente de menores de idade.

A partir do momento que a informação sobre o crime chegava ao conhecimento do Delegado, o fato era passado ao setor de investigação e com elementos de provas conseguidos, já havia a representação pela prisão do autor, tirando-o rapidamente de circulação, visando a garantir principalmente a ordem pública e a aplicação da lei, destacou o Delegado Samuel.

Importante destacar as várias ações da polícia civil na zona rural, onde com cumprimento de mandados de buscas e de prisões, coibiu crimes como furto e receptação, havendo até recuperação de gados furtados.

Crimes cibernéticos também foram elucidados. Um situação diferente foi a prisão de um cidadão que estava praticando extorsão pela internet. Fato que foi elucidado através de uma elaborada ação do setor de investigação e inteligência da polícia civil de Acrelândia, sendo possível localizar o autor e prendê-lo.

Esse retrospecto de ações da polícia vem demonstrando que um forte trabalho de investigação e inteligência vem sendo um dos principais e eficientes artefatos no combate ao crime. Como resultado está predominando a tranquilidade na cidade.

Segundo O delegado, vale destaque a importância de um trabalho compartilhado entre as forças de segurança pública da cidade, como polícia militar, Ministério público e tribunal de justiça de Acrelândia que tem sido grandes parceiros no combate à criminalidade.

Deixe seu comentário

comentários