PF deflagra operação contra mulheres que articulavam crimes para facção na região Norte

São cumpridos 14 mandados de prisão e 13 de busca e apreensão em Roraima, Acre e São Paulo. Operação 'Lâmpades' visa desarticular 'ala feminina' da facção criminosa.

Por G1

A Polícia Federal cumpre na manhã desta sexta-feira (7) 11 mandados de prisão e 10 de busca e apreensão em Roraima em uma operação para desarticular uma “ala feminina” de facção criminosa que atua na região Norte. A ação também ocorre nos estado São Paulo e Acre.

Na operação, batizada “Lâmpades”, são cumpridos no total 14 mandados de prisão preventiva e 13 mandados de busca. Os mandados foram expedidos pela Vara de Entorpecentes e Organizações Criminosas da Justiça Estadual em Roraima.

Segundo as investigações, as mulheres formam um grupo específico que atuam com mais intensidade dentro da facção na prática de vários crimes e são responsáveis por estabelecer o relacionamento entre criminosos de dentro e fora do sistema prisional.

O inquérito também aponta que elas agem em áreas consideradas “estratégicas” do grupo, como no controle e guarda de drogas e armas de fogo, bem como participam dos “tribunais do crime”.

De acordo com a PF, a participação das mulheres na facção criminosa é vista pelo grupo como menos expostas aos riscos de prisão e por esse motivo elas recebem funções de relevância dentro da organização criminosa.

Ala coordenada por foragidas em SP

Ainda segundo a PF, a ala feminina da facção na região Norte seria coordenada por duas mulheres a partir do estado de São Paulo, ambas foragidas. Elas são alvo de mandados de prisão por roubo e tráfico de drogas.

Deixe seu comentário

comentários