Periféria em alerta!

A periferia de Rio Branco está em alerta, mediante a nova ameaça de paralisação dos ônibus pertencentes ao deputado federal Sérgio Petecão (PMN/AC), que há mais de 15 anos destina...

peteco_54547.jpg

A periferia de Rio Branco está em alerta, mediante a nova ameaça de paralisação dos ônibus pertencentes ao deputado federal Sérgio Petecão (PMN/AC), que há mais de 15 anos destina os veículos à assistência social de famílias carentes. São cortejos fúnebres; transporte de times de futebol, grupos evangélicos, grupos de jovens e produtores rurais. 

Não é feita qualquer exigência de cunho eleitoreiro ou imposta algum tipo de burocracia para a liberação do serviço. Basta ligar para o telefone celular do parlamentar ou para o escritório dele em Rio Branco, e fazer o agendamento. 

Não é à toa que os ônibus circulam diariamente pelas ruas da capital. Em caso de morte, por exemplo, o serviço de assistência social do governo, auxilia as famílias consideradas carentes apenas na compra da urna mortuária, deixando o cortejo de fora. "Nessa hora entra em cena os ônibus do Petecão. É a ele que as pessoas pobres, como eu, recorrem todas as vezes que tem uma morte na família. É um momento de dor e que poderia ser ainda mais triste, caso não tivéssemos como acompanhar o corpo do nosso ente querido até o cemitério", diz uma moradora do bairro Taquari, que preferiu não se identificar. 

Apesar dos cortejos liderarem a lista de pedidos, os ônibus também são cedidos para o transporte de times de futebol, pequenos produtores rurais, grupos de jovens e grupos evangélicos. Esses tipos de serviços são mais solicitados nos finais de semana, como é o caso dos evangélicos que residem em bairros distantes e querem se deslocar até a igreja sede para acompanhar o culto de domingo. 

No caso dos produtores rurais, além do deslocamento das pessoas, os ônibus auxiliam no envio de provimentos até às comunidades mais próximas da capital. O escritório do deputado em Rio Branco não mantém cadastro dos atendimentos realizados, mas garante que os pedidos de agendamento são diários. 

CAMPANHA ANTECIPADA – Em Recomendação enviada ao parlamentar, à Procuradoria Regional Eleitoral do MPF/Acre, orienta ao deputado que retire seu nome dos veículos, por entender que os mesmo configuram material publicitário alusivo ao deputado. Por esse entendimento, Petecão teria que deixar seus ônibus fora de circulação até 5 de julho de do próximo ano, quando se inicia legalmente o calendário eleitoral de 2010. "Com os ônibus parados quem perde é a população", observa Maria Bernadete, moradora do bairro Areal. 

Essa não é a primeira vez que Sérgio Petecão é obrigado a retirar seus ônibus da rua. Nas eleições do ano passado, quando disputou a prefeitura de Rio Branco, o parlamentar sofreu o mesmo tipo de intervenção, só que desta feita por parte do juiz eleitoral, Marcelo Coelho. Além de retirar os veículos de circulação, Petecão foi multado em R$ 21 mil. 

À época, chegou a declarar à imprensa, que não entendia porque quando fazia parte da Frente Popular do Acre, os seus ônibus circulavam à vontade e em qualquer período. E que só depois que passou a integrar a oposição passou a cometer crime eleitoral. 

Se realmente os ônibus saírem de circulação o deputado Sérgio Petecão vai ter uma economia mensal de R$ 23 mil, entre funcionários, reposição de Peças e combustível. 

Da redação – ac24horas

Deixe seu comentário

comentários



Deixe uma resposta