O início da comunicação radiofônica em Sena Madureira

1922, ano este que começava a infiltrar no seio da sociedade brasileira o veículo de comunicação mais antigo do país e usado até os dias de hoje

radio_difusora_28_anos.jpg1922, ano este que começava a infiltrar no seio da sociedade brasileira o veículo de comunicação mais antigo do país e usado até os dias de hoje que é o rádio através das ondas sonoras. Pois foi neste ano que o Brasil realizava a sua primeira transmissão radiofônica em comemoração aos cem anos da independência do Brasil, onde eram feitos através transmissões chamados de serviços de rádio-falantes importados dos Estados Unidos.
Em Sena Madureira, o primeiro veículo de comunicação veio a dar seus primeiros passos no ano de 1961, 41anos depois da existência do rádio no Brasil. Através de um sistema de alto-falantes denominados BOCA DE FERRO, que pertencia ao senhor Floriano José da Silva,
que residia na Rua Siqueira Campos, e colocou em sua residência um sistema de som alto-falantes em uma vara de bambu para que uma boa parte da cidade ouvisse as músicas que ele tocava em sua vitrola.

A Voz da Cidade
foto_1.jpg

De paletó Pastor Francisco e seu ajudante Egíldo Oliveira atual funcionário da emissora AM. As outras pessoas são irmãos da igreja.

Foi ai então que ele começou a prestar serviços de utilidades públicas à comunidade senamadureirense, pois se alguém perdia um objeto, documentos e etc.. Ele anunciava e quem ia passando pelo o local ouvia. Com isto fez com que muitas das vezes documentos fossem encontrados e devolvidos aos seus devidos donos graças a este serviço.
Devido ao grande número de pessoas que paravam no local para ouvir as músicas que estavam sendo tocadas e até mesmo em uma média distância da cidade o proprietário criou alguns programas educativos, mensagens, musical e de entretenimento como, por exemplo:
O programa denominado SHOW DE CALOUROS, onde jovens e adolescentes  cantavam nos serviços de alto-falantes. Este programa era levado ao público todos os domingos pela parte da tarde, e dezenas de famílias saiam de suas casas e se dirigiam para frente da casa de Floriano e ficavam ouvindo os calouros, melodias e notícias.

O que era chamado de BOCA DE FERRO por algumas pessoas da época em decorrência do grande sucesso que estava fazendo na cidade de Sena Madureira, mais que era de suma importância para a comunidade, em vez de alto-falantes ganhou um novo nome chamado: VOZ SUBURBANA. Mais devido o município não dispor de energia elétrica 24 horas por dia, a Voz Suburbana era levada ao ar das 6:00 da manhã as 9:00 da noite

Depois de 07 (sete anos), de existência da Voz Suburbana no município, mesmo com o grande sucesso que fazia não abrangia toda a cidade como queria atingir o proprietário, porque não morava no centro. Só então em 1968 que ele e todo equipamento mudaram-se para a Praça 25 de Setembro onde hoje funcionam vários lanches. Ai sim! De Voz Suburbana o sistema de rádio-alto falante ganhava outro nome, desta vez A VOZ DA CIDADE, porque além de ser no centro do município atendia mais pessoas. Além dos programas já existentes foram criados até programas evangélicos.

Estúdio A Voz da Cidade
foto_2.jpg

Estúdio Voz da Cidade Mais Modernizado
Esquerda: Senhor Floriano
Fazendo Programa: Dona Jandira, esposa de Floriano
Em pé com disco: ajudante da família

A Voz da cidade era o grande ponto turístico da comunidade senamadureirense, casais de namorados ficavam no banco da praça e mandavam músicas e cartas apaixonadas uns para os outros como também quando vinha alguma atração para o município a população ficava sabendo através deste sistema de rádio-alto-falante. Para aqueles que queriam mandar uma mensagem para alguém que estava na praça central até mesmo para um amigo era cobrado uma taxa mínima pela divulgação. Mais ainda era pouco o raio sonoro que atingia a cidade. Então Floriano instalou um mini transmissor que possibilitou a quem tinha rádio na época sintonizar através de ondas sonoras a VOZ DA CIDADE.

 

Difusora de Sena Funcionou Pela Primeira Vez no MYC

foto_3.jpg

Em 1979, depois de dezoito anos de existência da Voz da Cidade, o município de Sena Madureira ganhava a sua primeira torre de transmissão para uma rádio local onde as ondas sonoras atenderão tanto a comunidade da zona rural como urbana. Então veio para a cidade um técnico do município de Cruzeiro do Sul fazer todo o serviço de implantação e instalação da torre de transmissão como também o estúdio que ficou instalado no antigo Municipal Yaco Clube.

O Municipal Yaco Clube só era usado com a permissão do poder público municipal ou quando ia haver algum evento ou baile na cidade, mas em decorrência da falta de um prédio para que fosse instalado o equipamento da emissora. O prefeito municipal da época Aguinaldo Ferreira Chaves cedeu um espaço no Yaco Clube para que todos os materiais de transmissão fossem colocados no referido local até a construção de um prédio novo para a emissora.

 

Reportagem: Márcio Farias/ Edição e Postagem: Ronaldo Duarte

 

Deixe seu comentário

comentários



Deixe uma resposta