No presídio de Sena, agentes apreendem celular em poder de visitante

Na visita familiar deste domingo (26), agentes penitenciários do presídio de Sena Madureira conseguirem evitar a entrada de um aparelho celular,

Na visita familiar deste domingo (26), agentes penitenciários do presídio de Sena Madureira conseguirem evitar a entrada de um aparelho celular que uma visitante tentava levar para que os presos pudessem se comunicar com comparsas e familiares do lado de fora da unidade, o que é proibido pela Lei de Execução Penal (LEP).

O flagrante se deu no momento em que a mulher identificada por Gleiciane da Silva Brilhante, tentou passar pelo detector de metal com o aparelho embrulhado em vários plásticos.

Ao verificar o que a mulher tinha de anormal, os agentes penitenciários realizaram uma revista mais detalhada e acabaram descobrindo o ilícito, que estavam nas partes íntimas da acusada.

A mulher recebeu voz de prisão e conduzida a delegacia de polícia para o procedimento padrão. Ainda como penalidade, Gleiciane perdeu o direito de visitar o presídio por tempo indeterminado.

De acordo com os agepens, vários casos de apreensão de celulares e drogas foram registrados nos últimos meses, e a fiscalização vem se intensificado cada vez mais.

O diretor da unidade, Valquer Oliveira, parabeniza a atuação das equipes e afirma que isso mostra o compromisso do efetivo com o trabalho constitucional. “Nossas equipes se revezam diariamente, 24h por dia. Temos um efetivo comprometido com o trabalho e o resultado tem sido extremamente positivo”, conclui.

Por Aldejane Pinto

Deixe seu comentário

comentários