Mulher executada no Bujari era natural de Sena Madureira

Por vários anos, Priscila morou próximo à Avenida Brasil

Redação Senaonline.net

Foto: Contilnet

A dona de casa Priscila de Moraes, 31 anos de idade, vítima de uma execução na cidade do Bujari, era natural do município de Sena Madureira. Por vários anos, Priscila morou próximo à Avenida Brasil, porém, casou-se com Alife Farias de Souza, 24 anos e mudou-se do vale do Iaco.

No último sábado, 2, criminosos invadiram sua casa e obrigaram ela e o esposo a entrarem em um carro. O casal foi levado para o ramal do Romão, onde Priscila foi morta brutalmente a tiros e seu marido baleado de raspão na cabeça e no braço. Até agora o real motivo da execução não foi revelado.

Priscila era natural de Sena Madureira

Esse caso está sendo investigado pela Polícia acreana, entretanto, até esta terça-feira, 5, ninguém tinha sido preso. após passar pelo IML, o corpo da mulher foi liberado para a família providenciar o velório e posteriormente o sepultamento.

Deixe seu comentário

comentários