“Kabulosa” é ferida com 12 facadas e dois tiros por membros do CV

Membro da facção Bonde do 13, a adolescente Amanda Silva Barbosa, de 17 anos, mais conhecida como

Por Davi Sahid

Membro da facção Bonde do 13, a adolescente Amanda Silva Barbosa, de 17 anos, mais conhecida como “kabulosa”, foi morta a tiros e a golpes de faca na noite desta quarta-feira (1°). O crime aconteceu em via pública e a mulher jovem dentro de uma casa localizada na Travessa da Amizade, no bairro Santa Inês, no segundo distrito de Rio Branco.

De acordo com informações da polícia repassadas a reportagem do ac24horas, Amanda estava em casa com seu filho e saiu para ir na casa de uma amiga. Ao chegar na esquina, dois homens não identificados, membros da organização criminosa Comando Vermelho (CV) se aproximaram num carro prata, desceram do veículo, e de posse de uma arma de fogo e facas, abordaram a vítima e começaram a caminhar na rua como se fossem “amigos”. Amanda reagiu e tentou correr, os criminosos puxaram facas e começaram a ferir a adolescente com vários golpes. Após esfaquear Amanda por 12 vezes, os faccionários efetuaram dois tiros que atingiram a adolescente no ombro. Mesmo ferida, “kabulosa” ainda conseguiu correr cerca de 300 metros e conseguiu pedir ajuda na casa de uma tia.

A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas quando os paramédicos chegaram ao local, nada puderam fazer por Amanda que não resistiu aos ferimentos e morreu.

Policiais Militares estiveram no local e isolaram a área para os trabalhos dos peritos em criminalística, em seguida colheram informações a respeito dos criminosos, fizeram rondas na região em busca de prendê-los, mas ninguém foi encontrado.

O corpo da adolescente foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavérico. O caso segue sob investigação dos agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A Polícia acredita que a motivação do crime foi a guerra entre facções.

Deixe seu comentário

comentários