Justiça mantém condenação de Carlos Gomes por danos morais por ataques a Alan Rick

A segunda Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Acre decidiu, por unanimidade

A segunda Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Acre decidiu, por unanimidade, negar provimento à apelação de Carlos Gomes de Souza, ex-candidato a prefeito e a deputado federal pela Rede, por danos morais em ação judicial do deputado federal Alan Rick (DEM), que foi caluniado pelo ex-candidato em redes sociais em maio de 2017.

A decisão mantém a sentença que já tinha sido proferida pelo Juízo da 2ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco que julgou procedente a ação ajuizada pelo deputado que determinava a condenação de Carlos Gomes.

Carlos Gomes usou suas redes sociais em maio de 2017 para proferir “ato calunioso e desabonador da conduta e credibilidade”, do deputado federal Alan Rick, que é figura pública. Em seu voto seguido à unanimidade pelos demais integrantes da 2ª. Câmara Cível, o relator do processo, desembargador Roberto Barros, destaca que os textos publicados por Carlos Gomes em suas redes sociais “ultrapassam a

Deixe seu comentário

comentários