Homicídio: encapuzados invadem residência e executam ex-presidiário

A noite desta quarta-feira foi marcada por mais um homicídio em Sena Madureira. O presidiário Airton Damasceno dos Santos,

A noite desta quarta-feira foi marcada por mais um homicídio em Sena Madureira. O presidiário Airton Damasceno dos Santos, de 31 anos, foi executado a tiro e a golpes de terçado, dentro de casa no bairro Nenê das Neves, por volta das 23h. A família informou que três criminosos estavam encapuzados e efetuaram um tiro de escopeta e, em ato contínuo, efetuaram vários golpes de terçado até executar Airton.

Ao chegar no local, o Samu apenas constatou a morte. A polícia militar realizou buscas, mas não localizou o trio, que é suspeito de integrar alguma facção criminosa.

Airton Damasceno, havia saído do presídio Evaristo de Moraes há poucas semanas. De acordo com a polícia, a família da vítima não reconheceu os acusados, pois estavam encapuzados, mas disse que são rapazes de estatura baixa.

“Informaram que dois ficaram no portão e um entrou com a escopeta atirou com uma escopeta na vitima que caiu, logo depois, pegou um terçado, efetuou cortes e deixou o mesmo cravado nas costas de Airton. Informou ainda que não sabe se os três assassinos estavam usando veículos ou a pé”, disse um policial.

Vítima cumpriu pena por homicídio

De acordo com as informações, Airton Damasceno dos Santos (31), cumpria pena por ter matado em datas interiores um homem conhecido por padeiro, crime que ocorreu no bairro Ana Vieira, onde moravam.

O crime revoltou a comunidade por trata-se de um trabalhador que não tinha envolvimento com grupos criminosos.

Após vários anos preso, Airton havia saído da penitenciária de Sena Madureira recentemente.

Por Aldejane Pinto

Deixe seu comentário

comentários