Homem que jogou água fervendo em partes íntimas de ex-mulher pega mais de 10 anos de prisão

A Justiça do Acre condenou a dez anos e oito meses de prisão, em regime inicial fechado, Jessé Saldanha Nogueira

Por Aline Nascimento, fonte G1 AC

A Justiça do Acre condenou a dez anos e oito meses de prisão, em regime inicial fechado, Jessé Saldanha Nogueira por ter jogado água fervendo nas partes íntimas da ex-mulher. A cuidadora de idosos Agerlândia Miranda teve queimaduras de terceiro grau também nas pernas.

Nogueira foi condenado pela Vara Criminal da Comarca de Sena Madureira, no interior do Acre, nesta segunda-feira (15). A sentença cabe recurso.

A agressão teria sido motivada por ciúmes. O caso aconteceu no dia 12 de fevereiro durante uma briga do casal. No dia 24 de fevereiro, a Polícia Civil do Acre pediu a prisão preventiva de Nogueira após um laudo apontar que a vítima sofreu lesões graves

Lesão gravíssima
O Ministério Público do Acre (MP-AC) denunciou o suspeito por lesão gravíssima. A denúncia, assinada pela promotora Juliana Barbosa Hoff, da Promotoria de Justiça Criminal, pronuncia Nogueira por lesão gravíssima devido à “deformidade permanente”.

Na decisão, a Justiça destaca que levou em consideração essas deformidades que ficaram no corpo de Agerlândia. Ainda segundo a publicação, testemunhas confirmaram que o relacionamento do casal era conturbado.

Deixe seu comentário

comentários