Gladson e Rocha são recebidos por Bolsonaro e reforçam pedido de apoio para o Acre

O governador Gladson Cameli e o vice-governador Major Rocha reuniuram-se na tarde desta segunda-feira, 17,

Com informações da Agência Acre

O governador Gladson Cameli e o vice-governador Major Rocha reuniuram-se na tarde desta segunda-feira, 17, no Palácio do Planalto com o Presidente da República, Jair Bolsonaro, quando reforçaram o pedido de apoio para o Acre. O encontro contou a presença do ministro da Economia, Paulo Guedes,

Cameli reafirmou ao presidente a importância das reformas em debate, como a da Previdência, especialmente para estados como o Acre, que dependem de recursos federais e que enfrentam crises financeiras e alto déficit previdenciário. “O Estado precisa fazer aporte de mais de R$ 40 milhões por mês para a folha previdenciária, o que significa quase R$ 500 milhões por ano”, disse o governador, explicando que esse é um dos problemas que dificultam a realização dos investimentos necessários ao Estado.

O governador apelou ao presidente pela manutenção dos estados na reforma previdenciária e reforçou o apoio à medida e empenho junto à bancada federal neste sentido. “O presidente agradeceu o apoio do governo e da bancada acreana e garantiu que se empenhará pessoalmente pela aprovação da reforma. A descentralização na distribuição de recursos provenientes de impostos permitirá ampliar a participação dos estados nessa divisão”, enfatizou o governador.

Também acompanharam o governador no encontro com o presidente Bolsonaro o coordenador da bancada Federal do Acre e 1º secretário do Senado, Sérgio Petecão, a senadora Mailza Gomes e os deputados federais, Mara Rocha, Vanda Milani e Manuel Marcos. O representante do governo do Acre em Brasília, Ricardo França, e a secretária de Estado de Planejamento e Gestão, Maria Alice Araújo participaram da reunião.

Deixe seu comentário

comentários