Gladson Cameli autoriza obras da nova ponte sobre o Riozinho Andirá

O governo do Estado do Acre deu o pontapé inicial para a construção da nova ponte sobre o Riozinho Andirá,

Resley Saab
O governo do Estado do Acre deu o pontapé inicial para a construção da nova ponte sobre o Riozinho Andirá, de 70 metros de extensão, em alvenaria, no ramal dos Paulistas, zona rural de Porto Acre (a 86 quilômetros de Rio Branco), nesta segunda-feira, 9.

Após a solenidade de entrega de sete ônibus escolares e de anunciar a compra de 110 máquinas zero quilômetro para a recuperação de ramais, cujas obras serão feitas com um aporte de R$ 100 milhões já em fase de licitação, o governador Gladson Cameli autorizou a construção da ponte em alvenaria.

A obra vai custar R$ 897 mil em recursos próprios, e deve começar em menos de 90 dias, encerrando de uma vez por todas o drama de pelo menos 650 famílias de colonos que vivem na região sem poder escoar a produção. Entre elas, está a da produtora rural palmeirense Vandir Maria da Silva, de 59 anos, há nove morando na colônia Mancha Verde, nome dado ao local por ela, para homenagear o time paulista. A propriedade está a 12 quilômetros da sede da Vila do V, que por sua vez fica distante 45 quilômetros da capital.

Vandir foi testemunha no contrato, e na oportunidade de mulher humilde, resolveu desabafar: “Governador, se der três chuvas lá, nós não passa (sic) de lá pra cá”. Ao que prontamente Gladson respondeu: “Mas com as três chuvas ou até mais, a senhora vai passar pela ponte, porque ela vai já sair”.

O governador esteve percorrendo o ramal dos Paulistas no início deste ano, para verificar de perto as péssimas condições em que se encontrava a estrutura de madeira. Na ocasião, Gladson pediu paciência aos colonos que uma nova ponte em alvenaria sairia tão logo fosse possível, por causa das ações intensas do governo no enfrentamento à pandemia de Covid-19. “E hoje estamos aqui para dizer que mais longe já estivemos”, ressaltou o chefe do Executivo estadual.

Para 2021, pelo menos 110 novas máquinas estarão chegando ao Acre para o Departamento Estadual de Estradas de Rodagem tocar as obras dos ramais que estiveram atrasadas por causa do ano atípico. Além disso, pelo menos R$ 100 milhões de emendas de bancada já estão em fase de licitação para as obras dos ramais.

Deixe seu comentário

comentários