Fora Prefeito Corrupto

Em agitada sessão na câmara de vereadores de Manuel Urbano, com a presença de só seis vereadores e cerca de aproximadamente 800 pessoas, foi recebido denúncias contra o prefeito Manuel...

cledison_materia_4.jpg

Em agitada sessão na câmara de vereadores de Manuel Urbano, com a presença de só seis vereadores e cerca de aproximadamente 800 pessoas, foi recebido denúncias contra o prefeito Manuel da Silva Almeida pela prática de atos de improbidade administrativa em sua administração.
Os seis vereadores presentes aprovaram por unanimidade a abertura do processo que culminara com o afastamento a partir do momento em que for oficialmente comunicado da decisão.
 
 
 

i008964_584.jpg

Sobre uma multidão que lotou o salão da câmara com cartazes, e gritos de FORA MANUEL, FORA PREFEITO CORRUPTOS, e sobre os aplausos da multidão o Vereador Cledson – PSOL em sua fala frisou: Nesta casa hoje, está presente, empresários, professores, famílias tradicionais, e o povo, que não agüenta mais a falta do prefeito, o povo quer uma solução agora, quer voltar para suas casas com a satisfação de que os vereadores estão cumprindo com o seu papel de fiscalizador.

 
 Ainda sobre uma forte salvas de aplausos, o vereador ressaltou: não estou aqui, pra melhorar minha vida, ou me beneficiar da política, fiz um juramento no dia da minha posse em: Empenhar todo o meu conhecimento e mandato em prol de um trabalho, que resulte no progresso desse município e no bem – estar deste povo,Finalizando Disse: já se passou um ano e quatros meses, que venho brigando por dias melhores para o município e a população, agora sinto que estava fazendo o trabalho certo, e agora vejo que o povo também quer o melhor, me sinto com uma responsabilidade maior, porque este município, este povo precisa de mim.
 
 Na ordem do dia, o Secretário da Câmara, Vereador Rubens Martins, recebeu também um abaixo assinado com mais de 2.058 assinaturas pedindo providências sobre os descasos do prefeito com a cidade, que parece mais terra de ninguém, depois do protocolo o nobre vereador leu as denúncias;
Irregularidade na execução do Porto Fluvial. A Entidade financiadora está pedindo a devolução dos recursos aplicados.
 
Depredação de patrimônio público, caso específico Barco Hospital João Sobrera.
Sucateamento dos veículos destinados ao apoio a produção.
Uso indevido de recursos públicos, caso de recursos do Programa Saúde Indígena. Gestores já foram notificados a devolver recursos aplicados indevidamente.
Mau gerenciamento dos recursos dos impostos da Estrada.
Abandono da cidade, mato, ruas esburacadas, lixo e outros.
Contratações sem necessidades, caso de motoristas para a garagem e
 
digitadores além da necessidade do concurso, objetivando favorecimento de apadrinhados políticos.
Logo após a leitura das denúncias, e sido aprovada pelos vereadores presentes, foi logo iniciado o processo de formação da Comissão Processante, que notificará o Prefeito logo que comecem os trabalhos, e este terá, de acordo com a Lei Orgânica Municipal, que se afastar do cargo pelo tempo que durar as investigações, estipuladas pela Comissão, que é formada pelos vereadores:
 
Presidente: Rubens Martins Pereira – PT 
Vice-Presidente: Valdison Bezerra Marciano – DEM 
Relator: Cledson Santos de Menezes – PSOL
  
Escrito pela assessoria do Vereador

Deixe seu comentário

comentários



Deixe uma resposta