Está virando moda, mulheres espancando homens em Sena Madureira

Só este mês, mais de 4 casos de espancamento foram registrados na delegacia de polícia em Sena Madureira, algumas mulheres e todas amparadas pela Lei, começam a “colocar as unhas...

quebrado.jpgSó este mês, mais de 4 casos de espancamento foram registrados na delegacia de polícia em Sena Madureira, algumas mulheres e todas amparadas pela Lei, começam a “colocar as unhas de fora”, os homens estão sendo vítimas de espancamento e não podem reagir caso contrário serão enquadrados na Lei Maria da Penha.
Uma das vítimas que pediu a nossa reportagem para não identificá-lo, com vergonha, nos informou que todos os finais de semana a mulher lhe espanca, os motivos são os mesmos, ciúmes.
Na ultima quinta-feira uma das vítimas procurou o escritório de advocacia de um advogado bastante conhecido na cidade, pedindo que representassem contra sua companheira, pois já não agüentava mais ser espancado quase que diariamente, o advogado da vítima pediu que o mesmo fosse ao hospital pra fazer o exame de corpo delito, o rapaz estava com os dois olhos roxos de porrada, mais três casos já foram registrados na USP no final de semana.
04_mhg_rio_david_04.jpgAlgumas mulheres comentam que agora é a vez de bater nos homens, tendo em vista que eles não podem reagir, pois a Lei ampara e nada acontece, “Constituição Brasileira: A Lei é igual para todos, será?”.

Estou contando apenas os casos registrados, mais no final de semana nos bares e vias da cidade vários casos de espancamentos são notados envolvendo todos os seguimentos da sociedade.
“O que fazer com estas mulheres que depois desta lei não respeitam mais os homens, um comerciante da cidade afirma sou casado e quero deixar logo anunciado, se a população me ver apanhando da mulher no meio da rua como está acontecendo, não ignore pois com esta lei só elas são beneficiadas, até porque já é normal isso acontecer diariamente.
Ronaldo Duarte


Deixe seu comentário

comentários



Deixe uma resposta