Enteado mata padrasto a tiros

Facebook Twitter WhatsApp Facebook Messenger O acusado de homicídio Regileudo da Silva se entregou a polícia por volta das 18 horas (14), o Delegado Jarlen Alexandre representou pela prisão do...

matador_materia_25698995.jpg

O acusado de homicídio Regileudo da Silva se entregou a polícia por volta das 18 horas (14), o Delegado Jarlen Alexandre representou pela prisão do acusado que deverá ser encaminhado a URS e aguardará pronunciamento da justiça. 

  

 

 

 

morto_materia_.jpg

O crime aconteceu por volta das 21 horas de domingo (12), em uma colônia localizada na estrada da Praia Redonda a 13 km da cidade. Consta nos altos do processo que a vítima Josias Celestino do Nascimento, 32 anos, tinha espancado a companheira, mãe do acusado Regileudo da Silva, caseiro de uma fazenda próxima da localidade. O acusado veio à cidade e registrou queixa contra a vítima, a polícia foi até o local e prendeu Josias, que seria enquadrado na lei Maria da Penha, mas a mulher não compareceu para o registro e continuidade do processo, o delegado teve que colocar em liberdade a vítima após 24 horas. 

rifre_materia.jpg

Ao retornar para casa, Josias irritado com a queixa policial, decidiu novamente espancar a mulher, o filho ao tomar conhecimento do novo espancamento, se apossou de um rifle calibre 22 e foi até a residência do padrasto e disparou toda a munição do pente da arma na vítima que morreu no local,  aproximadamente 15 disparos. Após o crime, o acusado Regileudo deixou a arma no local e fugiu.
Ronaldo Duarte  

Deixe seu comentário

comentários



Deixe uma resposta