Empresário Lima Santa Rosa deixa carta explicando o motivo de sua morte

O empresário Oliveira Lima (conhecido como Lima do Santa Rosa ), 57 anos, antes de cometer suicídio deixou uma carta explicando os motivos que levarão a sua morte  na garagem...

 

lima.jpg

O empresário Oliveira Lima (conhecido como Lima do Santa Rosa ), 57 anos, antes de cometer suicídio deixou uma carta explicando os motivos que levarão a sua morte  na garagem de sua casa.

 

 

                                              

                  A Carta                        

carta_de_lima_santa_rosa.jpg“Deus deu a vida para não tirar dos outros, mas sim perdoar.”
“Sena Madureira 22/11/2008”

“Tenho um acerto com João Barbosa, devo uma limpeza de máquina, têm 2 cheques do Tiago descontando no Bradesco – 651899 – valor 5680,00 – BASA, Bradesco 651900 – valor 4950,00 – BASA, dia 19/01/2009, outro em 05/01/2009 – ta, não tenho nenhuma divida que não tenha documento assinado, tenho duas assinaturas, (…), está só vale para pedido não tem valor de dinheiro, (…), esta outra tem valor de dinheiro, favor pagar e venda o que precisar, mas pagar. A Silvia está fazendo isto por que foi rejeitada por mim – eu não aceito a atitude do Juiz, determinar que as irmãs delas deponham contra minha pessoa, por que toda vida brinquei com todo mundo, igual, mas não quero que mande ninguém embora porque a decisão é do Juiz aceitar as irmãs depor – Deus ajuda este Juiz. Arlete te amo, amo muito meus funcionários amo o povo de Sena, vocês são minha família, quero ser velado no meu quintal, venda o que precisar, mas, paga para quem eu devo, amo muito meu filho, quero que verifique se a atitude deste juiz era certa, determinar as irmãs ser testemunhas, meus filhos, ajuda a Arlete por que ela me ajudou muito, não dispersa funcionários foram meus companheiros de luta, o caso Silvia foi despeito por mulher mal correspondida, peço perdão por todos que eu fiz para Sena Madureira, por favor  não chore, mas sim sorria e cante.”
“Tudo que ela disse é mentira eu só falei a verdade.”

(fim)

A carta foi transcrita usando todas as colocações originais, foram feitas algumas adaptações na pontuação para a melhor compreensão de nossos leitores.        


tijolos.jpg Após escrever esta carta sentou se nos tijolos e, pois fim a vida com um tiro de revólver calibre 38, o tiro foi na cabeça sem chances de sobreviver. O corpo do empresário foi velado no seu quintal de acordo com sua vontade, amigos e parentes foram ate o velório dá o último adeus ao comerciante que era muito querido por todos de Sena Madureira, em seguida foi levado para Rio Branco e sepultado no Cemitério Morada da Paz, a decisão foi da família.

Ronaldo Duarte

Deixe seu comentário

comentários



Deixe uma resposta