Em Sena, projeto proíbe corte de luz nos finais de semana

Em Sena, projeto proíbe empresa de corta luz do consumidor nos finais de semana

Foi aprovado no ano passado, por unanimidade, um Projeto de Lei de autoria do vereador Charmes Diniz (PP) que proíbe a empresa Energisa/Eletroacre a cortar a luz do consumidor nos finais de semana e feriados. O impedimento se estende também ao Depasa, responsável pelo fornecimento de água.

Mas, ao que tudo indica, essa Lei não está sendo cumprida. Uma moradora do Bairro da Pista contou à nossa reportagem que ficou sexta, sábado e domingo na escuridão. “Passamos um verdadeiro caos, pois, mesmo pagando não tem ninguém pra religar nos finais de semana”, reclama.

O vereador Charmes Diniz, autor da proposta, disse que nesses casos, a população deve procurar a justiça e entrar com uma ação contra a empresa em face de existir uma lei que ampara o consumidor. “É um absurdo uma família inteira ficar no escuro durante todo o final de semana. Nós já encaminhamos uma cópia dessa lei para a empresa e vamos mandar novamente para que fiquem cientes de que não podem interromper o fornecimento de energia nos finais de semana. O consumidor que se sentir lesado deve procurar a justiça”, recomendou.

Se o corte da luz acontecer sexta-feira de manhã, por exemplo, e o cliente der um jeito de quitar a dívida, pode até ter a luz religada no mesmo dia, mas não vai escapar de pagar na próxima fatura a bagatela de 59,31 reais. Este é o valor da chamada Taxa de Religação de Urgência. Ou seja, além do consumo do mês, ainda vai desembolsar mais essa quantia.

Na contramão de tudo isso, em vários Bairros de Sena existem verdadeiros emaranhados de fios e até hoje a empresa ainda iniciou o serviço de extensão de rede em Sena Madureira.

Deixe seu comentário

comentários