Em Sena, acusado de matar ex-detento é condenado a 24 anos e 6 meses

A promotora Juliana Hoff, representante do Ministério Público, confirmou que o mesmo foi julgado por homicídio qualificado.

Edinaldo Gomes, para o Senaonline.net

A justiça de Sena Madureira realizou nesta quarta-feira, 18, mais um julgamento no Fórum Desembargador Vieira Ferreira. Dessa vez, sentou-se no banco dos réus Paulo Vinícius Moura Meireles, acusado na prática de um assassinato.

O crime em questão ocorreu no ano de 2013, tendo como vítima Amós Silva de Almeida, natural da cidade de Manoel Urbano. Ele foi morto na mesma noite em que tinha saído do presídio Evaristo de Moraes, em Sena.

Figurando como um dos autores da morte, Paulo Vinícius foi condenado a 24 anos e seis meses de prisão que devem ser cumpridos inicialmente em regime fechado.

A promotora Juliana Hoff, representante do Ministério Público, confirmou que o mesmo foi julgado por homicídio qualificado. “Também pesou o fato dele já ter passagem pela justiça, inclusive, foi condenado por tentativa de homicídio. No caso de hoje, restou comprovado que o crime foi praticado por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa da vítima”, comentou.

Após a leitura da sentença feita pelo juiz Fábio Farias, Paulo Vinícius foi encaminhado para o presídio Evaristo de Moraes para o cumprimento da pena.

Deixe seu comentário

comentários