Scanner corporal flagra celulares em estômago de presos durante transferência entre pavilhões

Após o flagrante, um detento conseguiu expelir o aparelho celular através do vômito, o outro detento foi encaminhado ao Hospital

Ascom Iapen

Policiais penais da Unidade Penitenciária Evaristo de Moraes, em Sena Madureira, surpreenderam dois detentos que haviam engolido celulares e tentavam transportá-los para outro pavilhão. O fato aconteceu na tarde desta quarta-feira, durante a remoção do bloco de observação para o pavilhão dos presos provisórios.

De acordo com a equipe de plantão, durante as remoções de rotina em que os detentos que cumpriram o período de triagem são transferidos para o pavilhão dos presos provisórios, os policiais penais identificaram a atitude suspeita dos reeducandos V. S. R. e E. C. M, que demonstravam intenso nervosismo.

Os suspeitos foram encaminhados até o aparelho de scanner corporal, onde foi identificado a presença de dois celulares na região do estômago. Um dos reeducandos conseguiu expelir o eletrônico por meio de vômito. Já o outro será encaminhado para o hospital da cidade para avaliação médica e realização de procedimentos.

A direção da unidade informou que um procedimento administrativo será aberto para apuração dos fatos.

Deixe seu comentário

comentários