Detentos são flagrados com celulares no estômago no presídio de Sena Madureira

Alguns deles decidiram engolir os aparelhos celulares numa tentativa explícita de driblar a fiscalização

Da Redação


Pelo menos três reeducandos que cumprem pena no presídio Evaristo de Moraes, em Sena Madureira, foram flagrados nesta semana de posse de aparelhos celulares. O que chamou a atenção é que os objetos se encontravam no estômago dos acusados e foram descobertos através da utilização do detector de metal.

Nesta terça-feira, 4, os Agentes Penitenciários começaram a transferir os detentos para as novas alas do presídio que foram inauguradas recentemente. Nessa mudança, alguns deles decidiram engolir os aparelhos celulares numa tentativa explícita de driblar a fiscalização, porém, a tática foi descoberta.

Além dos celulares, outros dois apenados também engoliram um carregador de bateria e um cartão de memória. “A Lei de Execuções Penais (LEP) não permite o uso de celulares e desses outros materiais por parte dos detentos, mas eles tentam de todas as formas driblar a fiscalização. Mais uma vez conseguimos êxito”, destacou um Agente Penitenciário que preferiu não se identificar.

O presídio de Sena Madureira comporta atualmente mais de 560 detentos. Nos próximos dias, novas transferências deverão ocorrer para o novo prédio.

Deixe seu comentário

comentários