Deputado Alan Rick lamenta manutenção do veto presidencial ao Revalida

O deputado federal Alan Rick (DEM), lamentou nesta quarta-feira

O deputado federal Alan Rick (DEM), lamentou nesta quarta-feira, 4, a decisão da maioria dos senadores que votou pela manutenção do veto ao Revalida – Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira.

A Lei do Revalida foi aprovada pela Câmara dos Deputados e Senado Federal no final do ano passado, estabelecendo o exame duas vezes por ano, em duas fases e podendo ser realizado pelas melhores universidades públicas e privadas, com notas 4 e 5 no SINAES. Por lobby do Conselho Federal de Medicina, Bolsonaro vetou a participação das universidades privadas na segunda fase do exame – a prova prática.

“É triste ver que o corporativismo, a reserva de mercado e a mentira venceram. Mas vamos em frente. A nossa luta continua. Agora o Ministério da Educação precisa apresentar o edital do Revalida o mais breve possível mesmo com as dificuldades que terá para realizar o exame”, destaca Alan Rick.

54 senadores votaram a favor e 17 contra o veto. Da Bancada Federal do Acre, o senador Sérgio Petecão votou pra derrubar o veto e Mailza Gomes votou pra manter o veto. Márcio Bittar não votou por estar de licença médica.

Alan Rick fez questão de agradecer aos senadores que votaram pra derrubar o veto.

Vale lembrar que apenas os votos dos senadores foram apurados. Isso ocorreu porque a votação começou no Senado, e como os senadores mantiveram o veto, não foram computados os votos dos deputados federais.

Deixe seu comentário

comentários