Defensoria Pública de Sena Madureira está há 12 dias sem prestar atendimento a população

A Defensoria Pública de Sena Madureira não atende a população há 12 dias em decorrência de um problema nas instalações elétricas do edifício

A Defensoria Pública de Sena Madureira não atende a população há 12 dias em decorrência de um problema nas instalações elétricas do edifício, dificultando o trabalho dos defensores, os mais prejudicados são as pessoas que não dispõe de recursos para pagar um advogado particular ficando sem saber a quem recorre, Maria Fernandes residente no Bairro da Cidade Nova disse a nossa reportagem que já se deslocou por várias vezes até o prédio em busca de atendimento, mas, sempre a mesma resposta “o problema ainda não foi resolvido”.
defensor.jpgEntramos em contato com Defensor da Vara Criminal Michael Marinho, o mesmo nos informou que realmente o problema existe, mas, já enviou documentos para a defensoria geral em Rio Branco certificando da situação, porém, está aguardando a resposta e sabe que a demanda de pessoas que dependem da atuação dos defensores e grande, todavia, que tanto ele como a Dr. Luciana Oliveira se esforçam ao máximo para dá andamento nos processos existentes nas duas varas, Civil e Criminal.
O esforço dos dois defensores é do conhecimento da população, Dizimar Teixeira afirma que o atendimento é da melhor qualidade possível, são muito gentis e educados sabem atender todas as pessoas que necessitam dos serviços dos advogados do povo.
Estamos bem de defensores, mas, precisamos que as autoridades do Município e da Defensoria Geral em Rio Branco resolvam de imediato esta situação, pois, não podemos admitir que o terceiro maior Município do Acre fique 12 dias sem que a Defensoria Pública atenda a população por falta de simples reparos nas instalações elétricas do prédio, iremos entra em contato com os responsáveis pela instituição em Rio Branco na tentativa de saber quando os reparos serão feitos e se voltarão a atender normalmente ainda este mês, fica aqui o nosso reconhecimento do belíssimo trabalho dos defensores no Município, a falha não é deles sim da instituição.

Ronaldo Duarte

Deixe seu comentário

comentários



Deixe uma resposta