Criança vítima de disparo acidental de espingarda morre no Hospital da Criança

Um menino de apenas cinco anos deu entrada no Pronto Socorro de Rio Branco no último sábado, 29, com graves ferimentos na região do abdômen e na cabeça.

Da redação do ac24hors

Um menino de apenas cinco anos deu entrada no Pronto Socorro de Rio Branco no último sábado, 29, com graves ferimentos na região do abdômen e na cabeça. Ele foi atingido com disparos de espingarda acidentalmente efetuados pelo irmão, de oito anos. Nesta segunda-feira, a criança não resistiu e faleceu no Hospital da Criança, para onde foi transferido e estava internado desde então.

O acidente aconteceu na zona rural do município de Sena Madureira, no Ramal do Pelé. A arma de fogo pertencia ao avô dos meninos, que usava o instrumento para caçar na floresta.

No momento do ocorrido, o menino de cinco anos estava em um cômodo da casa e o irmão no quarto. A mãe disse que a arma estava escondida, mas o filho mais velho a encontrou e a pegou para brinca. Ainda assim, ela achava que a espingarda estava sem cartucho, como era de costume ficar guardada.

Logo após o ocorrido, o menino de cinco anos foi levado ao Hospital João Câncio, em Sena Madureira, depois deslocado para o pronto Socorro de Rio Branco e em seguida transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Criança, onde estava acompanhado pela mãe. A polícia civil ainda não informou se vai abrir inquérito para investigar o caso.

Deixe seu comentário

comentários