Coordenadores da Bancada do Acre solicitam urgência na análise do decreto de Estado de Emergência de Cruzeiro do Sul

Para ajudar o município, os coordenadores da Bancada federal do Acre, o Senador Sérgio Petecão

Para ajudar o município, os coordenadores da Bancada federal do Acre, o Senador Sérgio Petecão e Deputada Federal Jéssica Sales participaram nesta terça-feira, 12, de uma importante reunião no Ministério do Desenvolvimento Regional, com o Secretário da Defesa Civil Nacional, Coronel Alexandre Lucas, para tratar da situação da enchente do Rio Juruá.

O município já decretou estado de emergência e solicitou o reconhecimento nacional, para que possa ter acesso aos recursos do Governo Federal. De acordo com o secretário Alexandre Lucas, o pedido de Cruzeiro do Sul será priorizado. Porém, hoje retornou via sistema S2ID com pendências, que devem ser sanadas para dar continuidade nas análises para aprovação.  Somente dessa forma o município poderá receber os recursos necessários para amenizar as dificuldades por que passam os desabrigados.

Na próxima terça-feira, 19, toda a bancada Federal acreana, participará de uma audiência com o Ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, para discutirem a devida ajuda aos desabrigados no Juruá. Até lá, os coordenadores da Bancada Federal do Acre irão acompanhar de perto todo o processo de análise do pedido emergencial feito pela Prefeitura de Cruzeiro do Sul, junto ao Governo Federal.

“São milhares de pessoas afetadas com o transbordamento do rio, que devem receber todo apoio necessário neste momento que se encontram desalojadas, assim como também, ter a devida assistência pós- enchente. Por isso vamos continuar atentos a esta importante demanda e intermediar todas as discussões necessárias que venham amenizar os danos causados”, destacou o senador da república, Sérgio Petecão.

Extremamente preocupada com a cheia do Juruá, a Deputada Federal Jéssica Sales destacou que não medirá esforços junto ao Governo Federal, visando fortalecer o apoio as vítimas da enchente.  “Sou uma parlamentar municipalista e, portanto, sempre atenta aos anseios da população. Sei que milhares de famílias ribeirinhas estão sofrendo com a alagação, assim como também os moradores de bairros do perímetro urbano, localizados as margens do rio. Nos próximos dias, estarmos pessoalmente com o Ministro Gustavo Canuto, para discutirmos estratégias de ajuda aos desabrigados, assim como também buscarmos futuramente uma proposta viável de programas habitacionais, para que no futuro, estas famílias possam viver com mais conforto e dignidade”.

Com 13 metros e 80 centímetros, o nível Juruá continua trazendo sérios problemas na segunda maior cidade do Acre. Mais de 7 mil famílias estão afetadas diretamente pela cheia do rio. Nas comunidades ribeirinhas, as águas destruíram plantações e invadiram milhares de moradias. 120 famílias estão desabrigadas e outras 2700 estão desalojadas.

ac24horas

Deixe seu comentário

comentários