Acusado de invadir escola e matar estudante será julgado nesta sexta-feira, em Sena Madureira

Indiciado por Homicídio Qualificado, Dione pode pegar de 12 a 30 anos de prisão.

Redação Senaonline.net

Acusado de matar o estudante

A justiça de Sena Madureira bateu o martelo e definiu para esta sexta-feira, 3 de agosto, o julgamento do detento Dione Alves, acusado na morte do estudante Samuel Nascimento, ocorrida no dia 23 de Maio do ano passado. A sessão ocorrerá na sala do Tribunal do júri da Comarca do Fórum Desembargador Vieira Ferreira, a partir das 8 horas da manhã, podendo ser assistida por qualquer pessoa da comunidade.

Após a análise do caso, a justiça concluiu que existem provas suficientes para que o denunciado seja levado a júri-popular.

De acordo com os autos do processo, Dione Alves é acusado de invadir a Escola Municipal Raimundo Hermínio de Melo na companhia de um menor de idade e atirar contra Samuel que estava em sala de aula. O menor de idade encontra-se recolhido ao Centro Sócioeducativo Purus, onde deverá cumprir três anos de internação, tempo máximo estipulado pelo ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente). Já Dione aguarda decisão judicial.

À época dos fatos, o crime ganhou grande repercussão no Acre, dada a ousadia dos infratores. A bem da verdade, o estudante ainda foi socorrido com vida, entretanto, não resistiu à gravidade dos ferimentos, indo a óbito posteriormente.

As investigações apontam para um crime motivado por vingança já que em datas anteriores a vítima teria tido uma desavença com o menor de idade.

Segundo consta, dez testemunhas foram arroladas no processo, dentre as quais estão duas professoras que estavam em sala de aula. Elas são, portanto, testemunhas oculares dos fatos.

Indiciado por Homicídio Qualificado, Dione pode pegar de 12 a 30 anos de prisão.

Deixe seu comentário

comentários