Acusado de crime duplamente qualificado é condenado a 12 anos de prisão

Erasmo Reis foi condenado em júri popular a 12 anos de prisão em regime fechado, ele é acusado de homicídio duplamente qualificado

condenado_slide.jpg

Erasmo Reis foi condenado em júri popular a 12 anos de prisão em regime fechado, ele é acusado de homicídio duplamente qualificado, o crime aconteceu dia 25 de agosto de 2007, no Bairro Centro, próximo ao porto do “Zé Pato”, o citado, de posse de uma faca tipo peixeira, desferiu uma perfuração no peito esquerdo da vítima Manoel Braga de Souza, que morreu no local. 
A Juíza da Comarca de Sena Madureira, Taiz Borges, presidiu o júri.
O Advogado do acusado, Valadares, irá recorrer da decisão.
 

promotor.jpg

O Promotor de acusação, Francisco José Maia, enfatizou que esta foi a primeira vez em sua carreira de Promotor que atuou em júri popular, e que os jurados decidiram por unanimidade sentenciar o réu culpado por crime qualificado.
O julgamento teve início às 8 horas da manhã (12), sendo encerrado às 17 horas. 

 
 
Ronaldo Duarte   

Deixe seu comentário

comentários



Deixe uma resposta