Acre registra 12 casos e uma morte por gripe suína

A cada dia novos casos da gripe suína surgem no Estado. A população está apreensiva, principalmente quando se confirmou a primeira morte pelo vírus H1N1 no Acre e noticiou-se que...

i000249_272.jpg

A cada dia novos casos da gripe suína surgem no Estado. A população está apreensiva, principalmente quando se confirmou a primeira morte pelo vírus H1N1 no Acre e noticiou-se que o Brasil é o país com maior número de mortes. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde – Sesacre-, de 52 casos notificados, 12 confirmaram-se. 

Provavelmente, nesta semana, a Secretaria divulga uma nova nota técnica com o resultado de exames que foram enviados ao Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo. Enquanto esperam pelo resultado, várias pessoas estão sendo monitoradas. 

Em coletiva à imprensa nesta terça-feira, 25, o secretário de Estado de Saúde, Osvaldo Leal, confirmou a morte de Clóvis Pinheiro Rosa, 29, que morreu no Hospital do Juruá dia 17 de agosto, em Cruzeiro do Sul. Clóvis contraiu o vírus em Manaus. 

O Ministério da Saúde declarou que o governo autorizou a liberação de um crédito extraordinário no valor de 2 bilhões de reais para o enfrentamento da doença. 
Além disso, o Brasil vai fazer uma licitação internacional para comprar vacinas em quantidade superior à capacidade de produção do Instituto Butantan. 

A Sesacre orienta que a pessoa que estiver com febre acima de 38 ºC, tosse e apresentar dificuldade respiratória deve procurar um médico ou a unidade de saúde mais próxima para avaliação e orientações. O alerta também é para a utilização de máscaras de proteção que, segundo especialistas, é efetiva em ambientes hospitalares e esta prática não tem impacto na diminuição da transmissibilidade quando utilizada pela comunidade em geral, exceto quando indicado pela autoridade de saúde. 

Para pessoas com alguma dúvida, a Sesacre oferece o Serviço de Disque Saúde gratuito, pelo telefone 0800-61-1997. Para notificar casos suspeitos, a população também pode enviar e-mail para notifica.saude@ac.gov.br ou ligar para o telefone 9985-7306.
 
 
Jaidesson Peres 

Deixe seu comentário

comentários



Deixe uma resposta